1/05/2008

A invasão dos conglomerados



2008 chegou e promete ser um ano de grandes novidade e mudanças em vários setores, nunca os investimentos em marketing foram tão grandes e o departamento tão valorizado, as áreas de pesquisa de tendências, comunicação integrada e gestão estratégica estão crescendo a ritmo acelerado e 2008/2009 promete ser o ano do Marketing Estratégico e da Pesquisa de Tendências, como 200/2007 foi pro Trademarketing.

E não se fala de outra coisa no mercado de moda nesse início de 2008. A entrada do Brasil na era do conglomerados de moda com a notícia da aquisição das marcas Herchcovitch;Alexandre, Fause Haten, Herchcovitch Jeans, Cúmplice e parte do negócios da Clube Chocolate pelo holding I'M, Identidade Moda que é controlada pelo grupo brasileiro de investimentos HLDC.

O grupo HLDC, dos sócios Enzo Monzani e Conrado Will, controla as marcas Zoomp e Zapping desde o fim de 2006 e divulga para a imprensa um crescimento de 38% na primeira linha fundada por Renato Kherlakian. Está previsto uma injeção de R$ 22 milhões no casting do conglomerado em divulgação e ações de marketing, e isso só pra dar o "primeiro ponta-pé".

O que também se ouve é que será feito um investimento de R$ 14 milhões na abertura de novas lojas das marcas do conglomerado. Agora sob direção-criativa do famoso stylist, Mauricio Ianes, a Zapping eve ganhar novo espaço nos Jardins já nos próximos meses. A Zoomp mesmo abre oito novos pontos de venda em 2008. Fause Haten prevê a abertura de mais três lojas. E todas as marcas do grupo se reúnem ainda em um showroom na rua Bela Cintra com a Estados Unidos, com conceito de merchandising criado pela MktMix assessoria de comunicação.

O histórico de aquisições de marcas de moda por conglomerado já causou polêmica recente, com o afastamento de Marcelo Sommer,da marca que leva seu nome, em outras palavras, ele vendeu o próprio nome e não tem mais poder algum sobre o que será feito com ele. O mesmo ocorreu com Lila Colzani, da Colcci. Ambos entregaram o controle de suas empresas para o AMC Têxtil do sul do país, grupo que controla também a Coca Cola Clothing (que estréia no line-up dessa edição do Fashion Rio) e a marca Carmelitas.

Vitor Santos e Rogério Hideki também passaram o comando de sua marca V.Rom para a empresa de Alberto Hiar, da Cavalera. (alguém percebeu a fusão na loja da Lorena?)

Em esquema similar ao da I'M, Nelson Alvarenga e Adriana Bozon passaram a dividir as operações da Ellus no final de 2007 com o banco UBS, que comprou o Banco Pactual. (Moda e Financeiro cada vez mais próximos, o que mostra a maturidade e lucratividade do setor)

A nova holding In Brands, já possui a Ellus e a Ellus 2nd Floor e está negociando com outras marcas que devem ser anunciadas nas coletivas ou por releases na SPFW. Segundo o porta-voz da empresa, a marca entra na negociação com todos os seus ativos e o banco investiu 50% do valor da marca em capital.

Mudanças no mercado de moda, que mostram o quanto o setor está sendo focado hoje e seu potecial de rentabilidade como negócio e fonte de lucratividade. 2008 promete ser um ano promissor para o setor de Moda...É esperar pra ver !!

Na próxima semana vou estar no Fashion Rio, cobrindo o merchandising e a assessoria de press de oito marcas pela empresa que trabalho, quando voltar posto aguma novidade ou lançamento que tenha ocorrido na semana de moda do Rio.

Fonte: MktMix/Ass. de Press e House of Palomino.
Postar um comentário