9/10/2009

O leitor inteligente é a nossa energia.

Alguns dias atrás postei aqui no blog um artigo que aborda o grande fluxo de informações, como nós fazemos para equilibrar o conteúdo e “peneirar” tudo que é do nosso interesse, evitando no meio de tanta turbulência, os ruídos de informações.

Deste que surgiu o comentário do Tiago Ferreira da Silva, Jornalista que escreve no Atemporalizando com conteúdo de plena qualidade.

Faço questão de reproduzir este comentário em um post especial. Obrigado Tiago!

Acho que para vivenciar esse mundo de intensa informação é necessário uma preparação intelectual básica, para ter capacidade de interpretar cada acontecimento e saber contestar a veracidade de cada informação.

Vale lembrar que a informação tem aos montes, mas a qualidade delas não é garantida. Ouso afirmar que a maioria do que se lê por aí é duvidoso, mesmo o que sai nos grandes jornais.

Acho que muito além de tentar captar a informação que vem aos montes, deve se priorizar aquilo que interessa, aquilo que realmente vale a pena. Sou jornalista e tenho que ler aos montes, mas, quando me deparo com assuntos de economia, na boa, não resisto e viro a página. Não dá pra assimilar tudo. A vida é uma só.

As prioridades devem estar concentradas; tentar captar tudo pode te tornar um grande cidadão informado, mas certamente tomará teu tempo para se concentrar em um ramo. A informação também tira seu tempo e, citando aquela velha máxima, 'tempo é dinheiro'.

Postar um comentário