9/15/2009

Política e Web 2.0

Quando o assunto é política eu prefiro ficar calado, pois se começo a falar e jogar todas as minhas idéias do meu lado “revolucionário” no mundo e principalmente sobre a atuação dos palhaços no Brasil, a conversa vai longe. Assim como o Fernando Dantas, eu e milhares de brasileiros que cresceram assistindo os melhores programas educativos infantis (os da TV Cultura), temos personagens marcados para o resto de nossas vidas, esses que nos ensinaram muito mais do que desenhos de luta, sonhadores e sem conteúdo. Podemos denominar de “geração cultura” os que tiverem sorte em optar por este canal maravilhoso. Hoje com o vasto leque de opções em entretenimento na televisão para as crianças, muitos com falta de conteúdo cultural, porem outros com foco educativo (como o Discovery Kids, por exemplo) também marcam a educação infantil e a personalidade de cada um pelo resto de suas vidas.

Imagem: Acervo web

Passando pela TV Cultura, onde um dos personagens mais marcantes do canal foi o professor Tiburcio, Marcelo Tas, hoje no CQC e com o seu blog que é mais do que um conteúdo esquerdista político e crítico mais sincero da web brasileira, não deixa a desejar uma revolução. Tas é mais do que conteúdo, é tendência! Brasileiros como ele que me orgulham por botar a boca no trambone e conseguir abrir os olhos de muitos, defendendo a liberdade de expressão e soltando muitos conceitos que eu, particularmente, aprovo plenamente.

Esse cara, além de ter uma influência gigantesca com o seu tom crítico e irônico na TV, também é especialista em Web 2.0. Marcelo participa de diversas palestras e eventos que abordam o tema, até mesmo no seu blog, ele deixa bem claro para o povo o que é um blog na internet, o que é uma estratégia na web 2.0 e como utilizar essas ferramentas de uma maneira correta e lucrativa em todos os termos. Marcelo disse há alguns dias atrás em seu blog, sobre o Blog do Planalto, que não é um blog! Pois nós blogueiros damos espaço para as pessoas comentarem. Dito um erro de estratégia do governo, em não dar espaço para relação com o povo Brasileiro.

Agora vamos comparar essa estratégia mesquinha de comunicação na web 2.0 do Governo Brasileiro, com o Case Obama! Nada mais justo do que seguir o que esse cara fez e está fazendo também na internet. Sigo o Twitter desse revolucionário também (com mais de 2 milhões de seguidores), pois tive empatia com uma pessoa que pode mudar o mundo e que em sua campanha, soube utilizar a web como ninguém.

Apresentação Elaborada Pela Riot – Estratégia em Mídias Sociais

Postar um comentário