10/26/2009

Entendendo o TweetOpinião !


Entender o que pensa sua audiência no Twitter pode ser a chave para se comunicar melhor no microblog. Se estivermos falando de uma empresa, essa compreensão pode resultar em estratégias de mercado mais bem formatadas ou um relacionamento mais próximo com potenciais consumidores, se estivermos falando de blogueiros, isso pode ajudar aumentar radicalmente a audiência.

Uma ferramenta criada pela E-life, empresa brasileira especializada na análise da comunicação boca-a-boca, busca justamente facilitar o monitoramento de tendências de comportamento no Twitter.

Trata-se de um aplicativo chamado TweetOpinião, que pode ser acessado gratuitamente pelos usuários do microblog. Ele permite que os internautas criem enquetes sobre qualquer assunto.

O aplicativo dá ao criador da enquete a opção de impedir que uma mesma pessoa vote diversas vezes numa mesma pesquisa, limitando os votos através do IP (Protocolo de Internet) de acesso à internet. O responsável também pode determinar o período da pesquisa.

"O TweetOpinião é um caminho para descobrir os desejos dos consumidores. No caso das empresas, os seguidores no microblog são sua base de pesquisa", afirma Alessandro Barbosa Lima, presidente da E-life. Segundo ele, o usuário pode tornar o aplicativo disponível em outros espaços de redes sociais, como blogs, orkuts, facebooks e quem sabe até aqui no MKTfocus, afinal as enquetes do Blogger são deprimentes.

O site do TweetOpinião permite ver enquetes criadas por diferentes usuários, assim como os comentários das pessoas a respeito das pesquisas realizadas. O serviço aponta quais são as questões mais populares e oferece buscas sobre o assunto. Todos os posts são direcionados para o Twitter, o que facilita o acompanhamento dos resultados.

Além da versão grátis disponível no site, a E-life comercializa um outro modelo, mais detalhado, voltado ao mercado corporativo. A agência que eu trabalho aderiu ao serviço e está testando o novo brinquedinho com dois clientes de peso, agora é só esperar para ver se as pesquisas oferecem resultados válidos.
Postar um comentário