10/07/2009

Seguir ou ser seguido?

O bom uso do Twitter.

O site desenvolvido para ser mais uma rede social, que veio como objetivo de ligar você com os seus amigos por meio de micro postagens, teve seus paradigmas quebrados pelo mercado. O que aconteceu foi que muitos meios de comunicação, organizações não governamentais e empresas de conteúdo vieram ao twitter para serem seguidos. E não para serem os seguidores.

Você pode optar por ter um twitter para receber informações que não vão somar muito na sua carreira profissional, são frases como: “bom dia, estou na padaria” ou “hoje eu bati o carro”. Isso acontece quando você segue pessoas que colocam qualquer coisa em 140 caracteres sem um enfoque especial. O que parece ser uma brincadeira, quando bem usada, pode ser uma ferramenta que vai enriquecer muito o seu potencial profissional.

Eu, particularmente, sigo amigos onde sei que irão mandar links, notícias e atualizações interessantes, mas o foco lá é seguir muitos meios de comunicação importantes, nacionais e internacionais como @valoreconomico, @propmark, @lemondefr, @nytimes, @portal_exame, o que facilita muito ao invés de abrir todas as paginas de cada site, assim escolho a pauta do meu interesse e abro o link correspondente. Mas para quebrar esse ritmo de muito conteúdo sério e dar umas risadas, também siga @santoevandro.

Existem pessoas que SÓ seguem artistas, provavelmente essas são aquelas que lêem sempre a revista Caras, Contigo ou extrapolando uma Tititi. Tudo bem, não estou criticando ninguém, cada um é cada um e escolhe o que quer ler, a personalidade que sigo no momento é @barackobama, esse sim pode mudar o mundo.

Além de tudo isso, o seu perfil no twitter pode não ser seguido, mas visualizado por headhunters do mundo inteiro, e na internet tudo acontece, até oportunidades de emprego aparecem. Sugiro nessas que sigam @focofuturo que é Especializada no treinamento de profissionais no inicio de carreira e @focotalentos, para estagiários e programas de trainee.

O bom uso do twitter se define na qualidade das fontes que você segue e naquilo que você envia, assim termino este post com 140 caracteres.

Sigam-me os bons!

Postar um comentário