11/04/2009

Trend Alert: Cocooning Stores

Já faz um tempo que novos modelos de lojas surgem para surpreender os clientes. Com o crescimento desenfreado das lojas virtuais e a diminuição do tempo dedicado as compras, as lojas físicas estão inovando radicalmente para atrair os clientes e retê-los por mais tempo, misturando os momentos de compra com os de lazer e relaxamento.

A idéia para os próximos anos é agregar o efeito Retail(varejo) com o efeito Social(relacionamentos), criando um ambiente único onde se relaxa, encontra-se amigos e que por acaso pode-se fazer compras também.

A radicada em Paris, Stella Pelissari, dedicou seus últimos posts sobre essas novas estratégias em seu blog Radar em Paris. Ela resolver chamar esse novo conceito de Boutiques-House, bem aquela mistura de estar em casa e estar numa loja. Esses modelos de loja já se multiplicaram nas cidades pioneiras em inovação do mundo e os grandes bureaus de tendências já aproximam esses sinais ao fenômeno chamado de Cocooning.

Algumas boates e restaurantes no mundo já se adaptaram ao Cocooning e agora algumas lojas também começam a se disfarçar de apartamento, casas e afins. Em Londres, um grande sucesso é um lugar tranquilo e bem charmoso chamado "Not Another Phone Shop" (literalmente: "Não é mais uma loja do telefone"), sem qualquer nome de marca em evidência, merchandising ou cartaz que nos indique que estamos em uma loja de telefone da gigante européia Orange.

Nada de caixas, vendedores ou etiquetas com preço, a lojinha foi criada para as pessoas pararem, tomarem um café, conversarem, fazer encontros entre amigos e claro, se você quiser, você pode experimentar telefones, recarregar o seu próprio, conhecer as novidades e tudo com boa música e clima low-profile.



Em Tóquio, amantes da corrida podem tomar um banho depois do esporte de graça na Asics Running Store, a loja da marca de artigos esportivos foi estrategicamente posicionada perto do local preferido dos japoneses para praticar. A estratégia de venda: adquirir roupas novas enquanto vai ou volta das duchas.



Em Paris, alguns salões de beleza são apartamentos escondidos, você marca hora e tem o espaço dedicado somente para você. Pode ser sábado à noite, domingo pela manhã ou ainda pode incluir uma reunião de trabalho, um drink no fim do dia, enfim, convidar mesmo um grupo das melhores amigas para se embelezar “tipo lá em casa”.

Todas essas lojas buscam Conceitos, mas todos pensados o suficiente para tornar a loja em um lugar agradável e não em uma galeria gelada e extremista. Conceito totalmente compreensível e compatível com os atuais hábitos do consumidor e de uma juventude que reivindica novas leituras mas com o conforto de se estar em casa.

Fonte: Stella Pelissari paara Radar em Paris.
Postar um comentário