1/08/2010

Uma Visão Global da Web...literalmente


Depois de muito trabalho foi divulgado o primeiro mapa percentual das ações online em todo mundo. A idéia da GlobalWebIndex foi mostrar que mesmo em um mundo globalizado e com acesso aos mesmos conteúdos na web, cada país se destaca por possuir mais usuários em um determinado segmento.

Os líderes all-around, em todas as categorias são, claro, a China, Estados Unidos. Índia e Brasil.

As categorias selecionadas são já velhas conhecidas dos leitores do MKTfocus: (1) Upload de fotos online(flickr); (2) Upload de vídeos online(vimeo); (3) Gerenciar um perfil em sites de relacionamento(facebook); (4) Escrever um blog(blogger) e (5) Usar os serviços de microblogging(twitter). Os sites citados são apenas exemplos das categorias.

O mapa apresenta uma visão global de atividade social online por mercados locais em todo mundo. Para criá-lo, foram entrevistados 32 mil usuários em 16 países em busca de informações sobre o impacto das ações sociais no comportamento do consumidor, o poder da comunicação que pode ser explorado em cada país e o papel das marcas dentro desses cenários.

O estudo é muito bom, ideal para empresas que colocaram as mídias sociais no planejamento de marketing desse ano e apresenta a parte mais importante desses tipos de estudo, a visão qualitativa.

São apresentados no estudo da GlobalWebIndex as razões por trás de cada tendência, como fatores demográficos afetam cada percentual, o que motiva os usuários a utilizar cada mídia e como as marcas deveriam atuar na internet considerando o comportamento dos usuários.

As principais tendências apontadas foram:

O impacto maciço na China: A grande maioria da população online nas mídias sociais se encontra no bizarro terreno chinês, o que impede maiores usos da informação já que se sabe que o volume não oferece grande impacto para as ações locais.

Baixo envolvimento no Japão: Sim, parece chocante a informação, mas acreditem, isso é sinal de progresso. O mapa percentual analisou apenas ações feitas a partir de PCs e isso mostra que grande parte dos usuários japoneses se utiliza de mecanismos mobile para acessar as mídias sociais. Pouco mais de 34% dos usuários das redes sociais acessava os conteúdos através de celulares no mês da pesquisa, comparado com 3% em Reino Unido, uma indicação do escalonamento em que o futuro está se dirigindo.

O baixo nível de engajamento em microblogging: Apesar do hype do Twitter,
microblogging ainda não é uma atividade social de massa em nenhum lugar comparado ao tamanho da escala dos blogs.

Para os interessados na pesquisa entrem em contato com a GlobalWebIndex.

Imagem: GlobalWebIndex.
Postar um comentário