11/30/2010

#REDE Personalizada torna plataforma cada vez mais humana

Recebi um convite para entrar no Hunch, uma plataforma que visa entender melhor o usuário. Ao entrar, logo após o cadastro, várias perguntas bizarras são feitas, como: coke or pepsi? No avião, prefere poltrona da janela ou corredor? Como você come o milho? Qual o carro você vestiria? Estilo de roupa? Familia? Casa? entre uma infinidade de outras. Todas a fim de entender melhor os interesses e as necessidades do usuário. A partir das respostas, o Hunch traça o perfil da pessoa e passa a sugerir dicas direcionadas para ela. Coisa que o Facebook e outras redes não fazem profundamente como esta.


Após uma série de perguntas respondidas, você ainda tem a opção de continuar respondendo MAIS PERGUNTAS, tornando a rede cada vez mais compatível com os seus gostos e interesses. O guia irá te surpreender.


Eis que respondi várias, e ao entrar nas sugestões de páginas do dashboard, me impressionei com a qualidade e com a vontade de clicar em cada link que ali estava. Me senti numa página com conteúdo agradável, interessante e logo: viciante! O conteúdo baseado no resultado das perguntas foi sensacional!
#FikDiK: Seja sincero nas respostas. Só assim a rede irá lhe oferecer o que você quer.


O Hunch é mais do que um guia personalizado, te deixa com blog, integração com Facebook, Twitter, Dashboard, edição dos links nas páginas, envio de fotos, conteúdo, pessoas e comunidades. Além de oferecer recomendações diferenciadas de entretenimento, consumo e outros temas Uffa!






















É pra quem tem disposição pra responder, pois as perguntas sempre estão no site. E vale lembrar que a plataforma está ainda em inglês (heloooo! Join #Portuguese @Hunch #Brazil !) 


Atualização das perguntas (afinal, você muda de opinião) e dos perfis traçados pelo site também mantém a evolução da rede, a experiência de compartilhar e receber sugestões de conteúdo do seu interesse, o que é incomparável a outras timelines da vida 2.0.


Imagens: @Hunch http://hunch.com/
Postar um comentário