1/13/2015

Sobre ser simples


Voltando ao blogspot depois de alguns testes com o blog no wordpress, pelo fato de não ser tão simples, como vínhamos fazendo aqui no Blogger desde 2007.

O primeiro post de 2015 é focado neste tema: simplicidade.

Se você quer atuar em um mercado competitivo, terá que entregar resultados. E mais do que entregar, fazer com qualidade. Mas também não pode perder dias de processos burocráticos para entregar algo de valor.

Ambientes onde a organização é extremamente vertical, que exigem repasses e autorizações entre uma equipe multidisciplinar cheias de cargos inflados por egos, dificultam muito este processo.

Um mero exemplo deste caso é a criação de uma arte pelo design. Que segue um processo mais ou menos assim:
- O cliente solicita uma publicação imediata;
- O atendimento repassa isso para a criação;
- O planejamento pensa na ideia e passa o brienfing para a criação;
- Os designers, no seu tempo enrolado, se viram nos 30 e fazem 3 versões da arte;
- As versões são rejeitadas pelo planejamento e os designers devem fazer alterações;
- A arte é aprovada pelo planejamento e segue para o atendimento;
- O atendimento apresenta para o cliente;
- O cliente rejeita (volte 7 casas);
- O cliente aprova e todos vivem estressados para sempre.

Ora bolas! Por que diachos a criação não foi junto na reunião?

Por que o designer não pode falar direto com o cliente?

Por que não estreitamos os laços para aprimorar o nosso relacionamento com os clientes e fornecedores a fim de entregar tudo em dia?

Em tempos de imediatismo, não dá pra gastar tempo com a síndrome do pequeno poder. Queremos resolver as coisas o mais rápido possível e com a qualidade que merece cada job.

Em um curso que participei na General Assembly, escutei uma frase da Julie Zow que não sai da minha cabeça: "Small is the new big". E é nesse sentido que tenho atuado em meus projetos, sejam eles pessoais, no Laboratorium e no E-Commerce Brasil.

Os desafios são grandes, não é fácil atuar com outras pessoas. Mas é aí que está o grande segredo: o sucesso está no processo e não no resultado final.

Estar atento a cada detalhe a fim de encurtar caminhos e quebrar a burrocracia das empresas é um dom pra quem deixa o ego de lado e abaixa a cabeça ao aceitar novas ideias no meio do caminho.

Pensar simples é pensar refinado. É mais do que ter ou estar, é uma questão de SER.
Postar um comentário