2/02/2010

Jogos políticos - Saiba jogar

A revista Você S\A, trouxe na edição de novembro do ano passado, uma matéria que falava sobre os jogos políticos nas empresas. Fiquei realmente interessado no assunto e decidi estudar um pouco mais sobre isso e observar as atitudes de alguns profissionais do meu cotidiano.

O comportamento das pessoas nos negócios é outro, totalmente diferente do que ela leva na sua vida social (sem tem vida social). Como foi dito no ultimo post aqui no MKTfocus, sobre o uso dos avatares nas empresas, os jogos políticos além de possuírem “máscaras”, são baseados em estratégias de profissionais com interesse único e exclusivo de obter vantagens, a fim de obter resultados, seja individualista ou em grupo.

Esse ambiente “estratégico” vem prejudicando muitos profissionais que se entregam corpo e alma ao trabalho, com ética profissional, mas não sabem lidar com os jogos políticos, ou mesmo, nem sabem que estão fazendo parte desses jogos.

Um bom exemplo de uma dessas estratégias são as reuniões pré-definidas pelo alto escalão – ou seja, diretores, CIOs e executivos de liderança, que já possuem um plano de negócios definido, realizam reuniões com as equipes para dar a sensação de “interação” no plano, onde todos os funcionários podem opinar, dar sugestões, apresentar novas soluções, sendo que todas elas irão para a lata do lixo. Uma maneira de perder tempo e enganar a própria equipe.

Um excelente executivo nunca pode estar errado, certo? pois irá perder a sua credibilidade dentro da organização e no seu círculo profissional. Para que isso não aconteça, ele joga os seus gravíssimos erros para um subordinado, que geralmente, esteve envolvido no projeto, e assim é o funcionário que acaba sendo o prejudicado.

Cuidado com aquele profissional que preza o reconhecimento individualista, e não tem o mínimo de ética, atropela qualquer pessoa que passar pela sua frente. Ele fala mal de outros colegas de trabalho, participa de fofocas na empresa, e se for necessário, irá derrubar o projeto de outro que poderia “brilhar” mais que ele.

Para que você não seja alvo de uma dessas jogadas sujas do mercado, tome cuidado! Se previna sempre, copiando emails a outros colegas, enviando documentos com datas, horários, jobs para que todos saibam o trabalho que você está fazendo. Assim, além de manter a transparência no ambiente corporativo, você não vira alvo de uma estratégia mal intencionada.

Infelizmente, os jogos políticos estão presentes em várias organizações, e ofuscam o trabalho de profissionais sérios e que levam a ética profissional acima de tudo, esses que podem dar mais resultados do que aquele que está jogando sujo no ambiente corporativo.

Esse post foi inteiramente dedicado à pessoa que quis jogar comigo, mas acabou perdendo alguns milhões por não saber quem eu era.

Ética profissional é tudo!

Postar um comentário