3/29/2008

Fast Fashion a la Camden Town...



A rede sueca de fast-fashion H&M, uma espécie de Zara e C&A, abre no dia 17 de abril uma concept-store dedicada ao streetwear. Chamada DIVIDED, a loja fica no fervido bairro Camden Town, ao Norte de Londres, com peças de moda masculina e feminina e acessórios. A estratégia é continuar com a categoria de fast-fashion, mas com um apelo de streetwear e clubwear nas peças, afinal esse é o segmento predominante do bairro das festas alternativas de Londres.

"Camden é muito peculiar, não queríamos uma loja muito grande por ali", diz uma porta-voz da H&M. "É um lugar único", anuncia. O espaço tem dois andares, ambientada como um galpão, onde rola uma festa de inauguração no primeiro final de semana.

Alguém tá afim de ir ?! Tenho dois convites na mão !!

fonte: house! of Palomino

De Paris para a Vila !!

A partir desta semana 60 botecos de SP e Rio vão ficar um tanto mais fashion e charmosos. É o conteúdo de moda com curadoria do site Erika Palomino entrando no CineBoteco, primeiro canal de IPTV voltado para bares e restaurantes no Brasil.

Entre chopps, petiscos e comidinhas, o cardápio dos bares e restaurante da rede passa a oferecer vídeos editados e comentados dos desfiles mais importantes do Planeta Fashion.

Balenciaga e Vuitton do verão 2008 (com as coleções que já estão já venda) estão rolando, com cerca de duas entradas por hora nas TVs de plasma de bares e restaurantes, como os animados Posto 6, Salve Jorge e Jacaré Grill, na Vila Madalena, além da Devassa de Ipanema, os Piolas em SP, Japengo Iguatemi, Seo Gomes, Valladares... A lista é imensa.

Confira todos os pontos de transmissão no www.cineboteco.com.br

Seu Chopp acaba de ficar mais fashion !!

fonte: divulgação

Desejo por etiquetas


Revista Forbes divulga lista com as marcas
de luxo mais desejadas do mundo


A revista “Forbes” publicou nesta quarta (25.03) uma reportagem sobre as marcas de luxo mais desejadas no mundo. A Gucci lidera o ranking da lista como a marca mais desejada. Chanel e Calvin Klein aparecem empatadas em segundo lugar, seguidas pela Louis Vuitton em terceiro.A pesquisa foi conduzida pela empresa The Nielsen Company, que entrevistou 25 mil consumidores em 48 países sobre qual marca de luxo eles comprariam se pudessem não se preocupar com o preço.

De acordo com a publicação, o resultado da pesquisa apenas reflete o que já vêm sendo mostrado no mercado. Há três anos consecutivos as vendas da Gucci tiveram grande aumento percentual. Em 2005, a empresa registrou crescimento de 18,4%; em 2006 o aumento foi de 17% e em 2007 a marca fechou as vendas com 11% a mais em comparação ao ano anterior.

“A Gucci administra e oferece produtos de alta moda e itens mais comerciais”, disse Michael Macko, diretor de moda da loja de departamento Saks Fifth Avenue. “Aquela listra vermelha e verde é um dos maiores ícones de luxo já criado e todo mundo quer ter”. A pesquisa revelou também que as cidades dos Emirados Árabes e Hong Kong são os maiores compradores de produtos de design. No entanto, esses bens de consumo parecem não interessar muito aos norte-americanos, pois 35% deles responderam que não comprariam a marca mesmo se tivessem dinheiro suficiente. Esse é um dos fatores que mostram porque o mercado de luxo dos EUA está em crescente queda.

Quando se fala em qualidade, 34% dos entrevistados no Leste Europeu, Oriente Médio, África e América Latina acreditam que os produtos de design são melhores, enquanto mais de 25% dos norte-americanos acreditam que os produtos falsos e sem etiqueta são tão bons quanto os verdadeiros.(alguém deveria ser preso por dizer isso). "As pessoas no EUA estão menos cientes e menos preocupadas, por que no país as marcas de luxo são consideradas mainstream”, comentou David Boyd, vice-presidente da Nielsen.

Até pode se dizer que o alto preço cobrado pelos itens de luxo não condizem com a qualidade da peças e que nenhuma marca tem poder o suficiente pra agregar tanto valor a um produto. Por isso deve se deixar ciente que o que agrega valor nos produtos de luxo de fato é o fator "UNIQUENESS", ou seja, a exclusividade que esses produtos entregam pro consumidor que por esse motivo está disposto a pagar a fortuna cobrada.

Afinal, quem não quer ser um dos 30 clientes no mundo a estar na lista SPECIAL VIC(very important client)da Mont Blanc ?!

Confira a seguir a lista com as dez marcas mais desejadas do mundo:
1º - Gucci
2º - Calvin Klein e Chanel
3º - Louis Vuitton
4º - Christian Dior
5º - Versace
6º - Giorgio Armani
7º - Ralph Lauren
8º - Prada
9º - Yves Saint Laurent

Nota de Rodapé: as marcas foram selecionadas sem critérios de categoria de produto, portanto o fato envolvimento com moda ou orientação pra inovação não foi considerado.

Fonte: MktMix press day release®

3/24/2008

The Joy of Pepsi

Brasileiros Comunicativos

Na ultima quarta-feira foi divulgado pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) que o Brasil atingiu a marca de 124,1 milhões de telefones celulares. Vamos imaginar se todos esses podem receber mensagens sms entre outras, quantos canais de comunicação temos? Pois bem, em fevereiro, foram 196 mil adesões ao serviço que em relação a janeiro teve um crescimento de 1,03%, e somam mais de 80% da base os usuários que utilizam planos pré-pagos.
O Brasil ganhou 22.935.770 novos assinantes nos últimos 12 meses, o que é um crescimento de 22,67% em relação ao período anterior. Em cada 100 habitantes 65,09 possuem aparelho celular.
A operadora com maior número de clientes é a Vivo, com 27,32% do total. Já em segundo segue a TIM com 26,06% e em terceiro a Claro com 24,80%.
São resultados da terra em que o lema é comunicação.

MMA no Brasil



Neste mês chega ao Brasil a Móbile Marketing Association (MMA), que será anunciada no próximo dia 26 (quarta-feira), em São Paulo, durante o 1º Fórum de Móbile Marketing da América Latina, diretamente pela presidente mundial da associação, Laura Marriot. A entidade é responsável por determinar diretrizes e os moldes das ações de marketing nos celulares. Fora os outros palestrantes e outras empresas envolvidas no lançamento da MMA no Brasil, estarão executivos de empresas como Nielsen Móbile, Agregadora Hanzo, Microsoft e Cola-Cola.

Presente em 40 países, a MMA possui cerca de 500 membros, entre operadoras, fabricantes de aparelhos, agências de propaganda, anunciantes e agregadoras (empresas que fazem a ponte entre a operadora e o anunciante ou empresa de mídia). Com mais de 120 milhões de celulares habilitados, o mercado brasileiro representa um grande campo a ser explorado pelo chamado mobile marketing. Hoje, 8% da receita das operadoras são gerados por tráfego de dados. A estimativa é de que este percentual supere os15% nos próximos três anos.

Fonte Info: E-Thesis

Fashion Marketing 2008



O Fashion Marketing 2008 acontece em São Paulo nos dias 08 e 09 de Abril, direcionado ao marketing de moda e promovido por Gloria Kalil.
Era quando tinha produção de moda no Brasil, mais não aparecia um bom resultado nas vendas, assim a idéia surgiu em 2005 para mudar este cenário e encontrar aos marketers as melhores idéias e novas estratégias para esse meio no futuro.
O mundo muda e a moda mais ainda, o Brasil também vem mudando muito frente a moda, pelos grandes investimentos dos conglomerados e ainda pelo poder aquisitivo do brasileiro consumidor que vem crescendo, assim como suas exigências pelas novas tendências lá fora e pela qualidade dos produtos.
Essa edição do evento tem como tema “Vamos transformar criatividade em lucro” e contará com grandes nomes nacionais e internacionais da moda como Nelson Alvarenga, da Ellus; Gustavo Lins, estilista brasileiro que desfila em Paris; o estilista italiano, Ermenegildo Zegna e Louise Wilson, diretora da Saint Martins School, na Inglaterra,

As inscrições para o evento e maiores informações podem ser obtidas através do site do evento.

Fashion Marketing
08 e 09 de abril
Vila Noah, São Paulo

3/19/2008

Endomarketing



As campanhas de endomarketing estão ganhando mais força dentre as empresas brasileiras, pois o mercado exige que todos os funcionários de uma organização, saibam mais do que fazem, de toda a estrutura da sua empresa, dos produtos e serviços que disponibilizam no mercado valores para atender as necessidades dos consumidores. E com funcionários mais motivados e bem informados, conseqüentemente o consumidor e melhor atendido e muitas vezes suas expectativas superadas.

O que é se entregar a empresa? Você está satisfeito onde trabalha? Você faz mais do que é obrigado a fazer ou só faz a sua obrigação? Se você faz única e exclusivamente o que é obrigado a fazer todos os dias, pode começar a se reinventar, pois todo este cenário de “sou contratado para isso” vem mudando muito, é uma tendência para aqueles profissionais que não só querem ser bem vistos pelo chefe, mais também querem fazer algo mais, algo que faça a diferença, que quebre a rotina e que realmente se entregue a organização de uma forma em que se alto – realize profissionalmente.

Um bom exemplo disso foi dado no parque mais famoso do mundo, onde um casal estava na fila de um brinquedo com a filha, prestes a entrar para o passeio, a criança começou a chorar, pois estava com o sorvete na mão e não queria ficar sem ele. Na Florida em pleno verão um sorvete não ficaria intacto em 20 minutos de passeio no brinquedo. Foi quando o animador do parque, caracterizado de um personagem, percebeu a situação e disse para a criança “pode ir que eu seguro ele para você, quando voltar estarei aqui te esperando”. A menina parou de chorar, entregou o sorvete e foi com os pais no passeio. Quando voltou, lá estava o personagem com o sorvete intacto para entregar a ela. Essa situação ocorreu realmente e foi dada por depoimento pela mãe da criança que ficou deslumbrada com a atitude do funcionário do parque. Claro que ele comprou outro sorvete para a criança minutos antes do passeio acabar.

Fora o comprometimento de um funcionário com a organização, hoje eles devem estar por dentro de todas as campanhas realizadas, mais isso não segue só de uma motivação interna da pessoa mais também de uma campanha de endomarketing integrada com metas, premiações, bonificações por resultados obtidos.

Uma das mais novas áreas da administração, busca adaptar estratégias e elementos do marketing tradicional, normalmente utilizado no meio externo, para uso no ambiente interno das corporações. O endomarketing surge como elemento de ligação entre o cliente, o produto/serviço e os funcionários. O principal benefício que se busca é o fortalecimento e a construção de relacionamentos compartilhando os objetivos da empresa.