9/30/2009

Mídias Sociais no Brasil


Desde segunda-feira à noite, os leitores desse blog participaram de uma pequena pesquisa sobre mídias sociais em paralelo a um projeto que estou liderando no Portal Internacional LC:N.

Esse portal está disponível no mundo todo e conta no seu cadastro connectors alpha e beta no que diz respeito a comportamento social e cenários de consumo. Altamente utilizado pelas agências de pesquisa de tendências no mundo todo para obter sinais de tendências para design, tecnologia, comportamentos sociais e antropológicos.

Para essa pesquisa que faz parte do meu projeto de Web 3.0 já citado aqui no blog, busquei os chamados GeekFreaks. Esse segmento do portal separa os innovators(alpha) e trendysetters(betas) em apenas um tema: TECNOLOGIA.

Para conhecimento de vocês, o perfil solicitado foi: heavy users de ferramentas de internet, consumidores de gadbgets tecnológicas, com idade entre 18 e 24 anos, residentes na cidade de São Paulo, com ensino superior incompleto e que tenham utilizado mídias sociais de qualquer tipo nos últimos 3 meses. Para minha surpresa, consegui 78 connectors, ou seja, São Paulo é sim um pólo de usuários de tecnologia e difusor de tendências, já que todos os usuários passam por um "militar" processo seletivo para serem cadastrados.

Já aqui no blog, o único quesito utilizado foi, a leitura do post feito abaixo da pesquisa sobre o aplicativo Tumbrl. e foram captados 52 leitores para processar os dados.

Agora segue de forma bem resumido (devido as possibilidades do blog) os resultados sintetizados:

Na pesquisa realizada com os GeekFreaks:

96% utiliza o Twitter
92% utiliza o MSN Messanger
91% utiliza o Facebook
89% utiliza o VIMEO
72% utiliza o Orkut

Na pesquisa realizada no Mkt Focus:

96% utiliza o Orkut
94% utiliza o MSN Messanger
94% utiliza o Blogger (um pouco de viés, já que a maioria dos nossos leitores também são blogueiros)
91% utiliza o Youtube
78% utiliza o Twitter


E uma primeira análise, já se percebe sinais claros de que o MSN Messanger é a maior ação dentro do landscape de mídias e que o Facebook é o que possui maior potencial de ação nos próximos meses.

Outro fato interessante é que o Twitter está em uma fase de dissiminação assustadora e que eu acredito que em menos de três meses, ele será a segunda mídia social mais utilizada no Brasil.

A relação negativa entre as mídias de sharing é clara. O Vimeo é um aplicativo recente e ainda muito utilizada pra disseminação de novidades, achados e informações profissionais, já o Youtube é muito mais doméstico e seu uso é quase que todo para reprodução de conteúdo de outras mídias, como canais de tv e gravações próprias, além de ter uso extremamente massificado sem nenhuma segmentação mensurável.

Os aplicativos menos citados foram os de MMO, Livescast e Virtual Worlds. Acredita-se que o motivo da pouca audiência dessas mídias seja a dificuldade de utilização e a necessidade de 100% de imersão no aplicativo, ou seja, não dá pra utilizá-los junto com outras mídias ao mesmo tempo.

Se serve de dica: a possibilidade de livesharing de conteúdo desses aplicativos com outros como Twitter, Facebook e Orkut, talvez possibilitaria uma maior audiência. Pra dizer que ainda não foi tentado, BuddyPoke no Orkut e Twinpic no Twitter.

O post já tá gigante e as outras infos vão ficar só pra agência, porque são confidenciais.

Quem se habilita a fazer a conexão entre essas mídias? Tumbrl é o primeiro a mostrar interesse...

agradecimento:
Portal Lc:n e os connectors GeekFreaks e os leitores incríveis do MktFocus.
Pra quem quiser conhecer alguns dos connectors utilizados, acesse (adivinhem?) a mídia social GeekMattr.
Postar um comentário